As plataformas de pagamentos recorrentes estão mais presentes em sua vida do que você pode imaginar. É comum fazer o uso delas por meio de serviços por assinatura de streamings que usamos para assistir filmes, séries e ouvir música, além de outras modalidades de contas pagas pela internet.

Neste artigo, você conhecerá mais sobre o que é pagamento recorrente e qual a sua forma de funcionamento. Além disso, destacamos todas as vantagens para a sua empresa ao adotar o modelo. Acompanhe todos os tópicos!

O que é pagamento recorrente?

Você já deve estar imaginando a resposta para a seguinte questão: pagamento recorrente o que é? Caso tenha pensado em uma solução que permite às empresas receberem valores periódicos dos clientes sem ser preciso interferência manual para a cobrança, acertou em cheio!

Talvez você ainda não saiba que uma plataforma de pagamento recorrente pode ser utilizada por diversos modelos de negócios. Como exemplo, é possível citar escolas e universidades, academias, clubes de assinaturas.

O principal objetivo da utilização da plataforma é promover uma gestão financeira facilitada, evitar, falhas, esquecimentos e altos índices de inadimplência e ainda melhorar os índices de satisfação na experiência de compra dos clientes.

Como funciona o pagamento recorrente?

Existem duas formas de funcionamento para as plataformas de pagamentos recorrentes. São elas: integrada ao site da empresa ou não integrada.

1. Plataforma de pagamento recorrente integrada

Este modelo de solução para cobranças recorrentes é inserido no site da empresa. Dessa forma, toda a etapa de pagamento é realizada dentro da plataforma de venda da marca.

Basta o cliente acessar o site da empresa, escolher o serviço ou produto de interesse, cadastrar o meio de pagamento e finalizar a compra. Tudo isso ocorre por meio de APIs - aplicações que fazem a comunicação entre dois ou mais pontos, como no caso, entre a companhia, o cliente e a instituição financeira.

2. Plataforma de pagamento recorrente não integrada

As ferramentas de cobrança recorrente não integradas buscam facilitar a gestão do negócio e possuem o mesmo objetivo de viabilizar a cobrança de forma periódica dos valores aos clientes.

A principal diferença é que podem ser usadas por negócios que não realizam vendas online. Por exemplo, os prestadores de serviços recorrentes como planos de saúde e academias.

Neste caso, a solução é a responsável pela comunicação com bancos e instituições financeiras. Sendo assim, podem existir taxas e valores cobrados pelo serviço.

Quais vantagens ao adotar o modelo?

As empresas que contam com o modelo de pagamento recorrente desfrutam de muitas vantagens relevantes para o negócio. Abaixo, listamos as principais delas:

  • Melhor gestão de tempo;
  • Maior eficácia do planejamento financeiro;
  • Redução significativa da inadimplência;
  • Aumento da taxa de retenção por melhorar a experiência do usuário;
  • Redução de falhas relacionadas às cobranças;
  • Maior previsibilidade de receitas;
  • Integração das equipes e sistemas da empresa;
  • Conquista de novos consumidores.

Quer saber como integrar o pagamento recorrente à sua empresa? A Flint conta com soluções sob medida para suas necessidades.